Uma esquina chamada Brasil

 

sinal_fechado

Na primeira esquina compro Suflair de um menino de aproximadamente 8 anos. Na esquina seguinte deixo umas moedinhas para uma menina que fez malabares com 4 bolinhas de tênis. Mais adiante, tento convencer dois garotos a não lavarem meu para-brisa, sem sucesso. Duas esquinas depois, os meninos não vem até o carro, continuam cheirando cola embaixo da marquise. Antes de chegar ao meu destino, tenho santinhos, balas, chocolate, olhares de fome, inveja, ódio e indiferença.

Em cada esquina tenho o choque de diversos Brasis. Em cada sinal fechado deixo umas moedinhas e um pouco da minha letargia.

Nas esquinas do nosso país sou chacoalhada por uma realidade que não consta nas pesquisas, tampouco nos planos de governo.

Uma realidade tão crua, tão palpável, tão próxima.

E, ao mesmo tempo, tão assustadoramente distante. (RM)

 

One Response to “Uma esquina chamada Brasil”

  1. Parabéns pelo belo texto, retrato triste de nossas ruas…de nosso país.
    Bjo

     
    • Claudia Borges
    • Responder

Leave a Comment

© 2012 Reparei. Se alguma das imagens que usamos para ilustrar as postagens é de sua autoria e você prefere que ela seja retirada, envie uma mensagem para reparei@hotmail.com